Cultura

24/05/2022 | domtotal.com

Ator Mark Ruffalo pede que lhe cobrem mais impostos

Em conjunto com mais de 150 celebridades com grandes patrimônios, Rufallo pede que sejam cobrados mais impostos

(Arquivo) Mark Ruffalo na cerimônia do Oscar em 9 de fevereiro de 2020 em Hollywood
(Arquivo) Mark Ruffalo na cerimônia do Oscar em 9 de fevereiro de 2020 em Hollywood Foto (Mark RALSTON/AFP)

O ator americano Mark Ruffalo, conhecido pelo seu papel como Hulk nos filmes da Marvel, somou-se a um apelo de mais de 150 personalidades com grandes patrimônios para que seja cobrado com mais impostos, coincidindo com o Fórum Econômico Mundial em Davos.

O ator é um dos últimos signatários de uma carta aberta chamada "In Tax We Trust" ("Confiamos nos impostos", em tradução livre), publicada pela primeira vez em coletiva virtual de Davos em janeiro, à qual somou-se então uma das herdeiras do império Disney, Abigail Disney.

"Enquanto o mundo sofreu imensamente durante os dois últimos anos, nós vimos nossa fortuna aumentar durante a pandemia, mas poucos de nós, se é que há alguém, podem dizer honestamente que estão pagando uma parte justa dos impostos", disse na carta atualizada, coincidindo com o fórum de Davos esta semana.

O grupo de "milionários patrióticos" por trás do apelo afirma que o número de signatários da carta passou de 100 em janeiro para mais de 150 em maio.

Seu presidente, Morris Pearl, ex-CEO da gigante financeira Blackrock, prometeu em nota que "continuará pressionando os líderes mundiais para que atendam ao nosso apelo: tributar os ricos antes que seja tarde demais".

No entanto, o secretário-geral da OCDE, Mathias Cormann, disse em uma conferência na cidade suíça nesta terça-feira que o imposto sobre os ricos é menos eficaz do que outras medidas de tributação.

"Não gera necessariamente muitos recursos financeiros", afirmou, explicando que "em termos de efeito político é atrativo, mas em termos de objetivos não é tão eficaz" como outros impostos sobre a propriedade, por exemplo.

Por outro lado, segundo a CEO da Ofxam, Gabriela Bucher, "o imposto sobre o patrimônio tem um grande alcance, foi comprovado e em alguns países funciona".

A ONG faz campanha a favor de um imposto de solidariedade único sobre a nova riqueza adquirida pelos bilionários durante a pandemia, com o objetivo de usar os recursos gerados para fornecer ajuda aos mais pobres, à espera de um imposto mais permanente.


AFP



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outras Notícias

Não há outras notícias com as tags relacionadas.