Mundo

13/06/2022 | domtotal.com

O caso do relógio perdido

Para entender um pouco a devoção do meu bom amigo, fui pesquisar a vida desse santo

Imagem de São Judas Tadeu
Imagem de São Judas Tadeu Foto (Wikipedia)

Tenho um amigo que nutre plena e sincera devoção a São Judas Tadeu. Por várias vezes ele me levou em suas visitas periódicas ao santuário dedicado ao santo no Bairro da Graça, em Belo Horizonte. Nunca deixou de assistir à missa de 28 de outubro, dia reservado pela Igreja Católica à memória de São Judas. Foi o dia em que ele morreu como diz a História.

Fico admirado de como meu amigo se posta de joelhos e reza por vários minutos em silêncio. Depois ele volta a rezar, desta vez diante de um quadro na parede em que se lê a Oração a São Judas. Após essa segunda cerimônia ele vai ao ponto de venda de velas, compra uma e em seguida vai ao veleiro ou velário, acende a vela e coloca-a em um dos buraquinhos a elas destinados numa bancada comprida, construída para essa finalidade. Lá se veem dezenas de velas acesas, de fiéis que as deixam para agradecer ou pedir uma graça.

Para entender um pouco a devoção do meu bom amigo, fui pesquisar a vida desse santo, um dos mais requisitados pelos fiéis da Igreja Católica. Fico sabendo que era primo primeiro de Jesus, e por isso um dos mais próximos do Mestre. Há uma hipótese de que tenha sido ele o noivo das bodas de Caná, quando Jesus fez o seu primeiro milagre ao transformar água em vinho.

Judas Tadeu, que costuma ser confundido com o mau caráter Iscariotes, o que traiu Jesus, era em verdade um intelectual e divulgador da palavra de Cristo. É autor da Carta de Judas, documento no qual prega a importância da crença e previne as pessoas contra os falsos profetas, que muitos ainda os há por aí.

Ao lado de Simão, Judas foi condenado à morte na Pérsia, onde haviam os dois convertido milhares de pessoas ao cristianismo, o que era uma afronta aos preceitos dos poderosos da época. Simão foi enforcado e Judas decapitado com o uso de um machadinho afiado. Esta é a razão pela qual São Judas Tadeu é representado como um homem segurando um livro e um machado, como referência à maneira como foi martirizado. Ele é considerado o santo das causas perdidas, o que é comprovado por inúmeros relatos dos seus milagres mundo a fora.

Estou escrevendo isso porque presenciei um dos milagres desse santo tão reverenciado. Foi no dia em que estávamos, eu e meu amigo, ajoelhados num banco da bela igreja redonda dedicada ao santo. De repente, surge um garotinho que se aproxima e entrega ao meu amigo um relógio de bolso, um Omega Ferradura, daqueles bem antigos, preso a uma corrente de ouro. O menino diz:

- Acho que foi o senhor que perdeu esse relógio – e em seguida sai rapidamente da igreja.

Meu amigo pegou o relógio, quis dizer alguma coisa ao garotinho, mas este já havia transposto a porta da igreja e desaparecido. Ele me mostrou o relógio e contou:

- Meu Deus, faz uns dois meses que eu perdi esse relógio, e já procurei por toda parte. Não o perdi por aqui, estou certo disso. Eu raramente saio com ele, porque é uma relíquia que guardo com carinho. Meu pai me deu no dia em que estava à beira da morte. Disse que era uma herança do pai dele, e pediu que eu o guardasse comigo. Não me lembro de tê-lo trazido até aqui. Foi São Judas que achou e mandou me entregar.

Não tive dúvida de que foi mesmo o santo o responsável pela localização do relógio, que trazia impressas na tampa traseira as iniciais O.C. do pai desse meu amigo. Impressionei-me ao ponto de também me tornar devoto de São Judas Tadeu. Pretendo cultuá-lo como faz o meu amigo. E certamente vou recorrer a ele quando perder alguma coisa.


Dom Total

*Afonso Barroso é jornalista, redator publicitário e editor.

O texto reflete a opinião pessoal do autor, não necessariamente do Dom Total. O autor assume integral e exclusivamente responsabilidade pela sua opinião.



Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outros Artigos

Não há outras notícias com as tags relacionadas.