Religião Meu Dia com Deus

Dia 27 de Novembro - Sexta-feira

Ouça:




Confira também as mensagens de Dom Helder
Newsletter

Você quer receber o Evangelho do Dia em seu WhatsApp ou e-mail?

Evangelho do dia: (Lucas 21, 29-33)

Aleluia, aleluia, aleluia.
Levantai vossa cabeça e olhai, pois a vossa redenção se aproxima! (Lc 21,28).


Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.
21 29 Jesus acrescentou ainda esta comparação: “Olhai para a figueira e para as demais árvores.
30 Quando elas lançam os brotos, vós julgais que está perto o verão.
31 Assim também, quando virdes que vão sucedendo estas coisas, sabereis que está perto o Reino de Deus.
32 Em verdade vos declaro: não passará esta geração sem que tudo isto se cumpra.
33 Passarão o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão”.
Palavra da Salvação.

Meditando o evangelho

PALAVRA IRREVOGÁVEL
As palavras de Jesus a respeito do fim – as realidades escatológicas – corriam o risco de serem ridicularizadas, como se tivessem sido proferidas por um néscio, ou caírem no esquecimento. O Mestre intuía o risco de condenação eterna implicado nesta postura temerosa. Quem não desse crédito a seu alerta, teria muito com que se preocupar. O fim caminhava veloz. Não se tinha como detê-lo. Os discípulos deveriam se prevenir, de forma a não serem tomados de surpresa.
A figueira, tão comum na Palestina, foi evocada na parábola de Jesus, visando inculcar nos discípulos o sentido do discernimento. O agricultor experiente tem a exata noção das estações do ano, servindo-se da observação cuidadosa do ciclo natural das plantas. Quando a figueira começa a dar frutos, o camponês não tem dúvida de que o verão se aproxima. Esta esperteza quanto aos elementos da natureza deve ser aplicada, com as devidas adaptações, no que tange à salvação. A falta de discernimento poderá ser fatal.
O discípulo atento é suficientemente inteligente para não duvidar da vinda do Reino de Deus, anunciada por Jesus. As palavras do Mestre são verídicas e se cumprirão mesmo que todo o cosmos ("o Céu e a Terra") seja arruinado. A firmeza das palavras de Jesus deveria convencer o discípulo de que é fundamental alicerçar sua vida nos ensinamentos do Mestre. Só, assim, estará preparado para ser acolhido no Reino que virá.
Oração
Pai, reforça a sinceridade de minha fé nas palavras de teu Filho Jesus, pois nele o teu Reino se faz presente na nossa história, realizando, assim, tua promessa de salvação.


Mais: Notícias / Liturgia / Roteiro Homilético


CALENDÁRIO
dom seg ter qua qui sex sab