SuperDom Boa Viagem

21/01/2020 | domtotal.com

Muito mais que areia e mar

Punta del Este, cada vez mais sofisticada, reúne 350.000 visitantes no verão do Uruguai

Punta del Este, um bunker requintado na América Latina.
Punta del Este, um bunker requintado na América Latina.

Marco Lacerda*

Localizada numa estreita faixa de areia entre o Atlântico e o Rio da Prata, a uma hora e meia de Montevidéu, Punta del Este reúne em um mesmo lugar todos os ingredientes necessários a um balneário de sucesso. Tem praias para todos os estilos, oferece ampla variedade de lojas de grifes e galerias para os visitantes de bolsos mais folgados, a principal clientela do destino. Conta, também, com calçadões e vias de pedestres para serem desfrutadas pelos jovens e cinquentões que desfilam por esse charmoso recanto do mundo conhecido como “a Pérola do Uruguai”. Isso sem falar em uma infraestrutura de primeira, com pousadas charmosas, hotéis com serviço e acomodações impecáveis e restaurantes que, dos mais simples aos estrelados, agradam aos mais variados paladares.

Prepare a carteira, pois os preços por aqui durante o verão sul-americano seguem o mesmo nível dos ricos e famosos que vêm dos países vizinhos. Destinos próximos mais tranquilos como José Ignacio também valem uma visita. Situado a 45 quilômetros de Punta, esse antigo vilarejo de pescadores se transformou em um destino hippie-chique que reúne praias mais vazias, bares pé na areia e um estilo rústico típico das cidades de interior do Uruguai. Para quem quer agito, a onda rola na areia da praia mesmo, mas é em boates em La Barra e La Mansa que a festa realmente acontece.

Os iates, navios de cruzeiro e demais embarcações ancoradas no rio da Prata são uma das marcas que diferenciam Punta Del Este dos balneários da costa sul-americana. A sofisticação está presente também na arquitetura, nos prédios com varandas envidraçadas diante das praias Brava e Mansa ou nas mansões dos bairros residenciais. Há requinte na gastronomia dos restaurantes e grifes de luxo nos figurinos de moradores e turistas que circulam à beira-mar. Quem escolhe Punta Del Este no verão quer ver e ser visto.

O balneário impressiona com uma geografia recortada, de península: o rio da Prata de um lado e o oceano Atlântico do outro. Como em tantas atrações turísticas uruguaias, é fácil e seguro circular: em poucos minutos dá para ir da Praia Brava, onde está a famosa escultura dos Dedos soterrados, na orla, até a Praia Mansa, cujas calçadas e passarelas de madeira levam ao porto e ao Yacht Club. E de lá para o Farol e a Plaza Gran Bretania onde, enfim, rio e mar se encontram.

Refúgio de celebridades

Surfistas do mundo inteiro deslizam nas ondas das praias Brava e La BarraSurfistas do mundo inteiro deslizam nas ondas das praias Brava e La BarraA diversão nos cassinos movimenta a economia de Punta Del Este o ano inteiro, 24 horas por dia, e esta é outra das marcas que fez crescer em cerca de 50% o número de visitantes brasileiros desde 2007, segundo o Ministério de Turismo e Esportes. Proibidos no Brasil, os jogos em máquinas e mesas de pôquer são legalizado no Uruguai. Em Punta, os cassinos estão nos hotéis, shoppings e na avenida Gorlero, a principal da península. As casas oferecem serviço de bar e restaurante, shows de música e permitem o ingresso dos clientes com roupas informais, no inverno e no verão.

Os meses de dezembro a fevereiro, período da alta temporada, trazem as baladas às praia Brava e La Barra, e no embalo das festas cresce a frequência de celebridades da moda e das artes. Em qualquer época do ano, dois museus que valem a visita são a Casapueblo, centro cultural e hotel do artista plástico Carlos Villaró, em Punta Ballena, e o Museu do Mar, em La Barra. A troca das estações vai substituindo os cardápios (os pucheros e parrillas com vinho tannat, típicos do inverno, dão lugar a pratos de frutos do mar regados a espumantes e sangrias), mas os crepes de doce de leite resistem à passagem do tempo. Eles, os iates e os lobos-marinhos no cais do porto, são tão importantes na paisagem de Punta Del Este quanto os surfistas.

A pequena cidade com 12.000 habitantes eleva sua população aos 350.000 no verão, formada sobretudo de estrangeiros. A chave do sucesso está na discrição da segurança e na vastidão do território. Vão a Punta del Este quem gosta de ser vistos e os que buscam anonimato absoluto. Celebridades desembarcam às pencas, diariamente, mas só se soube que o piloto Alain Prost andou por lá neste verão porque ia a uma padaria todos os dias. Outros clientes assíduos: Mick Jagger, Shakira, Zinedine Zidane, o Prêmio Nobel de Literatura Mário Vargas Llosa e o milionário Donald Trump – todos donos de imponentes propriedades ou apartamentos de luxo em Punta.

Punta del Este, a pérola do Uruguai. Veja o vídeo:


*Marco Lacerda é jornalista, escritor e Editor Especial do Domtotal.

Comentários

Instituições Conveniadas