Blog ACONTECE

O Corpo é uma Festa!

09/02/2015 05:00:17

Bom dia, amigas e amigos!
Dica quente para esta semana; começa hoje o 9º Festival de Verão da UFMG. A programação traz como tema uma festa, ou o corpo, ou o corpo em festa, ou dito em frase célebre, escolhida pela organização:
O corpo não é uma máquina como nos diz a ciência. Nem uma culpa como nos fez crer a religião. O corpo é uma festa – Eduardo Galeano.

9º Festival de Verão da UFMG
O banner deste 9º Festival – O corpo é uma festa!

O corpo é uma festa é o tema deste ano. O evento é promovido pela Diretoria de Ação Cultural (DAC), e pretende trazer uma programação alternativa durante o pré-carnaval, tão aquecido em nossa cidade. Serão exposições, oficinas, perfomances, espetáculos teatrais e shows que trazem como tema acessibilidade, mobilidade, gênero, corpo conectado, corpo na rua, presença e festa.

Colocando em cheque a análise racionalista da produção científica, o festival busca através de questionamentos como “O que é ser corpo? O eu é o corpo? Como nossos corpos habitam o mundo? Que relações eles estabelecem com outros corpos etc?”, trazer uma nova visão sobre nosso lugar no mundo e aproximar relações afetivas para que se vivencie as possibilidades do corpo.

Os eventos serão oferecidos no Centro Cultural UFMG, no Conservatório UFMG, no Espaço do Conhecimento UFMG e no Campus Saúde da UFMG.

Toda Deseo
Toda Deseo apresenta seu espetáculo ¡No soy un maricón! nesta segunda. Na foto da página do grupo no Facebook

A programação desta segunda é a seguinte:
19h – Solenidade de abertura do 9º Festival de Verão da UFMG
Local: auditório do Centro Cultural UFMG
Acessibilidade: Libras, Audiodescrição

19h30 – Abertura das exposições:
BooM
Graduado em Artes Plásticas pela Escola Guignard – UEMG, Ramanery iniciou uma pesquisa sobre Performance Arte e suas possíveis interseções em espaços-tempo, experimentando diferentes possibilidades em diversos espaços sociais, questionando e provocando questões de gênero, instituições e política, tudo com muita satirização dos conceitos envolvidos.
Local: Centro Cultural UFMG – 1º andar – galerias
Visitação: 10 a 13 de fevereiro, das 9h às 21h
Acessibilidade: Libras, Audiodescrição

Bonecos
O recorte de papel como referência para as formas humanas. O método para a construção dos corpos baseia-se na anatomia humana e o essencial para a figuração são as marcações da musculatura do corpo, o movimento dos cabelos e um rosto reconhecível. O ser humano fragmentado e recortado, como se o corpo houvesse sido esfolado, mostrando os vazios que existem dentro de cada um, pela artista Cecília Gália Costin.
Local: Centro Cultural UFMG – 2º andar – sala Ana Horta
Visitação: 10 a 13 de fevereiro, das 9h às 21h
Acessibilidade: Libras, Audiodescrição

20h – ‘¡No soy un maricón!’
Espetáculo-festa com o grupo Toda Deseo (BH)
Um espetáculo ou uma festa? De ou sobre travestis? O que move o No soy um Maricón são os questionamentos, as confusões de gênero, de classificação. Quatro pocket-shows contam a “clichê-história” de 4 travestis que passam do anonimato à fama, e da fama à decadência. Tudo isso permeado por muita feminilidade, sensualidade, exagero e paixão.
Duração: 2h
Classificação etária: 18 anos
Local: Centro Cultural UFMG – pátio.

19h às 23h – Exposições fotográficas na Fachada Digital do Espaço do Conhecimento UFMG:
O corpo é uma festa!
Imagens de obras e performances de Ramanery e de Thereza Portes
A língua do corpo Apresentação com acessibilidade
Imagens sobre o corpo que se comunica em língua de sinais produzidas por sujeitos surdos.

Isto é só hoje, hein. O evento vai até sexta (13) e tem muita coisa boa! Confira a programação completinha aqui na página do festival. Boa semana, pessoal!

Comentários